Feeds:
Posts
Comentários

Archive for junho \24\UTC 2009

Está no ar, desde 16 de abril,  mais uma Mostra Artefacto da Loja Haddock Lobo, no Jardins/ São Paulo. A 18ª edição conta com 32 ambientes distribuídos em três pavimentos da loja.

Tons neutros, materiais aconchegantes e ambientes integrados marcaram a mostra! Confira!

Fábio Morozini

Fábio Morozini

Débora Aguiar

Débora Aguiar

Fernanda Marques

Fernanda Marques

Read Full Post »

Estava faltando só a Casa Hotel para fechar o mix de São Paulo!

39 ambientes compõem essa mostra, com uma novidade: suítes para celebridades! Ivete Sangalo, Ana Hickman e Hebe Camargo estão entre as musas inspiradoras dos profissionais!

Como na Casa Cor, o tema da Casa Hotel é a sustentabilidade, além da homenagem ao paisagista Roberto Burle Marx.

Até 14 de julho no Jockey Club de São paulo. Confira alguns dos ambientes!

Galeria superior das suítes - Ana Rita e Silva

Galeria superior das suítes - Ana Rita e Silva

 

BusinessCenter - Alessandra Almeida, Silvio Sant´Anna e Ana Vidal

BusinessCenter - Alessandra Almeida, Silvio Sant´Anna e Ana Vidal

 

Prive Lounge - Daniela Colnaghi

Prive Lounge - Daniela Colnaghi

Mais informações no site: http://www.casacor.com.br/casahotel/

Read Full Post »

Preparados para o último post da série “Cuidando de plantas em vasos”? Então vamos lá…

Luz garante o verde
Sem luminosidade, as plantas não realizam a fotossíntese, uma de suas funções essenciais. O pigmento verde clorofila, sob a ação da luz, retém gás carbônico, libera oxigênio e vapor d’água, que refresca os ambientes. A fotossíntese também é o processo pelo qual as espécies produzem os açúcares que as alimentam. “É por isso que, em local escuro, as plantas enfraquecem a ponto de fenecer“, explica a arquiteta Aline Najar, da Geovida. Há, claro, exceções.  “As variedades de interior, de verde mais intenso, suportam melhor os ambientes com baixa luminosidade”, diz. Já as folhagens coloridas, como o cróton, e as espécies floridas não abrem mão de luz solar para realçar seus matizes. Se você cultiva exemplares dentro de casa, não se esqueça destes detalhes:
• A claridade das janelas chega lateralmente às plantas, que tendem a crescer em direção à luz. Resultado: um lado fica mais farto e viçoso que o outro. Para evitar o problema, gire o vaso com regularidade.
• Quem tem quintal ou varanda aberta pode fazer um rodízio: deixe os vasos que ficam em ambientes fechados tomando sol por alguns dias e traga os da área externa para o interior.

Cuidados ao podar
A remoção de partes da planta só deveria ser efetuada com um objetivo: dar saúde e vigor à espécie. Isso quer dizer retirar galhos secos, doentes e mal-formados, que danifiquem o equilíbrio do formato original da planta. A operação é  conhecida como poda de limpeza. “Excetuando esses casos, não se deveria podar, pois cada corte desnecessário faz a planta sofrer um estresse”, acredita a arquiteta Aline Najar. No caso de plantas  lenhosas, que tenham galhos duros e secos, recomenda-se, após o corte, passar algum cicatrizante no local, como o gel das folhas de babosa  (Aloe vera) ou própolis em gotas. Espécies que dão flores merecem uma atenção a mais: sempre remova as flores secas e murchas. “Flores mortas podem apodrecer e levar ao aparecimento  de fungos”, diz a arquiteta.

Adubo que revigora
Os três elementos básicos para um solo sadio estão contidos na sigla NPK, que significa nitrogênio, fósforo e potássio. Eles podem ser comprados juntos, em um adubo à venda em lojas de jardinagem, ou separados,  em fontes naturais. O nitrogênio é encontrado em húmus de minhoca, esterco e torta de mamona, o fósforo, na farinha de ossos, e o potássio, em cinzas de madeira obtidas da queima de lenha. “Você  pode pedir o material em uma pizzaria ou padaria. Já as cinzas de churrascarias contêm muito sal e prejudicam as plantas”, aconselha Onélio Argentino. Outras dicas para uma adubação correta:
• Use de preferência adubos orgânicos. Eles contêm os mesmos microorganismos do solo e tornam a terra nutritiva e fofa para que as plantas respirem melhor.
• Retire cerca de um terço da terra do vaso, acrescente o adubo a ela, na proporção indicada, e depois recoloque a mistura no recipiente.
• Após a adubação, molhe a terra. A água serve de condutor para os sais minerais e dissolve eventuais excessos, que podem prejudicar as raízes.

563_cuidar_bem_15

563_cuidar_bem_16

Read Full Post »

Hoje é dia de continuar a série sobre como cuidar bem das suas plantinhas em vasos. A dica do dia é sobre como preparar a terra de maneira correta. Então vamos começar.

Para a maioria das  plantas é utilizada a chamada mistura básica, composta por alguns tipos de solo e outros ingredientes na seguinte proporção: 1/3 de areia de rio (a areia de mar não deve ser empregada devido à grande quantidade de sal), 1/3 de terra comum e  1/3 de material orgânico (húmus, esterco), do qual as plantas vão retirar os nutrientes fundamentais. Caso queria dar mais leveza à mistura, pode-se substituir a areia por palha de arroz ou algum substrato que tenha vermiculita (reochas trituradas) , ingredientes que deixam a composição mais areada e mantenha água e nutrientes disponíveis por mais tempo.

Espécies tropicais, como as samambaias,  que apreciam a umidade, podem ser plantadas em outra proporção de ingredientes: 2/4 de húmus, 1/4 de terra e 1/4 de areia. Qualquer que seja o tipo de planta, as dicas abaixo ajudam a aproveitar  melhor os nutrientes do solo:

• As regas vão achatando a terra. Sempre que notar que ela está endurecida, revolva para afofar, com o cuidado de não ferir caules e raízes.
• Se não conseguir deixar a terra soltinha, verifique se as raízes da espécie cresceram demais. Em caso positivo, é hora de transplantá-la para um vaso maior.

563_cuidar_bem_07563_cuidar_bem_08

563_cuidar_bem_09

563_cuidar_bem_10

Read Full Post »

Navegando pela internet, descobri esta campanha contra poluição. É uma idéia bem bacana, com o intuito de alertar a população para o futuro do planeta. Já virou clichê esse assunto, mas a campanha é legal e merece divulgação.

Trata-se de um canudo gigante colocado em rios poluídos da Malásia com a frase: “Continue poluindo, e em breve você não terá escolha”.

A campanha foi da agência Leo Burnett. Confira!

"Continue poluindo, e em breve você não terá escolha"

"Continue poluindo, e em breve você não terá escolha"

http://www.leoburnett.com/

Read Full Post »

Post rapidinho, só pra falar que saíram as fotos oficiais do seminário de Outro Preto, que já postei aqui! O link pras fotos é o Flickr do Sebrae-MG, passa lá pra conferir, tem muitas fotos bonitas! Mas só pra constar, aí vai nossa fotinho!! À esquerda, Bela e logo do ladinho, eu (Marina). A gente tá muito chic hein amiga!! hehehehe.

Bela e Nina no seminário de Ouro Preto

Bela e Nina no seminário de Ouro Preto

Read Full Post »

Quem não gosta de ter uma plantinha em casa, não é verdade?? Muitas pessoas têm receio pois moram em apartamento, mas uma ótima ideia é adotar os vasos para colocar as plantas!  Começamos hoje uma sessão de cuidados que devem ser tomados com esse tipo de plantio. Ao longo dos dias vamos complementando a matéria, sempre trazendo novas dicas para seu jardim de vasos ter sucesso!

Para que suas plantas fiquem bonitas em casa, é importante que você dê a ela condições parecdias com as de seu habitat natural; para isso é preciso pensar na composição da terra, na incidência de luz, na água e na nutrição da mesma. O vasos de cerâmica ou barro são os mais indicados pois imitam o solo e permitem que a raíz respire com facilidade. Ao anoitecer é importante não deixar as espécies sob luz artificial, pois precisam passar horas no escuro. Outra dica é colocar as plantas embaixo da água quando chover para que elas ganhem viço! Quem gosta de jardinagem vai conviver com espécies diferentes e sentir o que cada planta pede; é importante ter paciência e persistir mesmo que alguns erros se façam no início dessa jornada.

Água na dose certa: É importante acompanhar o crescimento e desenvolvimento de cada espécie cultivada para saber de suas necessidades. Um erro comum é regar muitas vezes uma planta, o que acontece na maioria dos casos, levando a espécie a morrer por excesso de água. A terra muito molhada provoca aparecimento de fungos e pragas além de apodrecer as raízes. Abaixo seguem algumas dicas para não errar:

• Sinta a umidade da terra pressionando o dedo no vaso até 2,5 cm de profundidade. Regue apenas se perceber que o solo está seco.
• Procure molhar as plantas pela manhã. Assim haverá tempo para a absorção e a evaporação de um eventual excesso. A umidade que persiste por toda a noite aumenta a chance de um ataque de fungos.
• Use um regador que passe entre as folhagens sem machucá-las e libere um pequeno volume de água por vez. Os de bico longo funcionam bem.
• Durante os meses de inverno, as regas devem ser mais espaçadas, pois as plantas entram em repouso.
• Vasos de barro absorvem mais água que os de plástico e pedem um intervalo menor entre as regas. Mas é justamente a porosidade do material que permite que as raízes respirem melhor.

563_cuidar_bem_01563_cuidar_bem_03

Read Full Post »

Gente, até 28/02/2010 vai acontecer uma exposição sobre os trabalho dos tão conhecidos irmãos Campana no Museu Vitra Design na Alemanha. A mostra trás uma passagem sobre os 20 anos de carreira da dupla, mostrando desde os pirmieros trabalhos até os mais recentes, passando por protótipos e explicando como as peças tomam formas! Fernado e Humberto Campana são hoje considerados os designers mais bem sucedidos nessa área de toda a América Latina. Os obejtos são feitos muitas vezes com materiais recicláveis, com design surpeendente e passam pelas áreas de móveis, iluminação e objetos para casa.

Mesmo brasileiríssimos e com ateliê/escritório em São Paulo, a mostra ainda não obteve patrocínio para vir ao país de origem dos designers! Patrocinadores, vamos valorizar os artistas de nosso país, sempre mais reconhecidos lá for do que em nosso território! Hora de mudar essa mentalidade hein!

Abaixo, algumas fotos da mostra. Para maiores informações, visitem o site do Vitra Design.

antibodiescampanatopantibodiescampana1antibodiescampana2antibodiescampana11antibodiescampana14antibodiescampana3

Read Full Post »

Este ano foi a estréia da Casa Kids, evento promovido junto com a Casa Cor São Paulo, direcionada para o públido infantil. Ambientes lúdicos, charmosos e coloridos tiveram destaque na mostra.

Selecionamos três deles para vocês!

Quarto de brincar - Edson Lorenzzo

Quarto de brincar - Edson Lorenzzo

22 m² foram o suficientes para Edson Lorenzzo criar um ambiente que atende diversas faixas etárias! Feito para meninos e maninas, o ambiente possui espaço para muitas brincadeiras e ganhou o selo de melhor projeto da casa Kids! O ambiente possui também cadeiras clássicas do design em miniatura! Quem não gostaria de ter um quarto assim??

Praça Casa Kids - Janaina Leibovitch

Praça Casa Kids - Janaina Leibovitch

Ludico, colorido e mágico. Assim é o ambiente central da Casa Kids. São 210m², com um painel enorme feito de bolinhas (aquelas plásticas de piscinas de bolinha). O jardim foi todo feito com materiais reutilizados e os pufes foram feitos em pneu, sempre pensando na sustentabilidade!

Baby care - Flavia Ranieri

Baby care - Flavia Ranieri

Este ambiente é super delicado e funcional. Relaxa qualquer um que por ele passa! São 50m² para cuidar muito bem dos bebês. O trocador possui gavetas elétricas, com lixeira embutida, garantindo higiene aos pais e aos bebês também.

Em breve, fotos da Casa Hotel! Aguardem!!

Read Full Post »

Arquitetura, design, interiores….assuntos realmente fascinantes, principalmente em uma época de internet e vida online 24h por dia!  Pois pesquisando sobre tudo isso, achei informações sobre uma ilha muito linda na Espanha. Fui mais a fundo e achei uma casa muito lindinha, bem no estilo praiano, de uma vida leve e harmoniosa de uma vila pequena e aconchegante.

A ilha em questão se chama Formentera é a menor ilha da Espanha e está inserida em um complexo de duas ilhas, juntamente com a tão conhecida Ibiza. Tem somente 19km de extensão  e está localizada cerca de 6km ao sul de Ibiza no Mar Mediterrâneo. O lugar é acessado somente por barcos, a partir da ilha vizinha, o que a torna ainda mais silenciosa. Nos últimos anos o acesso também está sendo feito pela Espanha continental, o que gerou um aumento na quantidade de turistas que visitam a pequena vila. O vilarejo fala um dialeto local derivado do catalão mas as línguas oficiais são Catalão e Espanhol.

Já imaginou o lugarejo, entrou no clima, pensou em tons de areia, brancos, beges? Pensou em cores nos detalhes? Se lembrou do clima do filme “O Carteiro e o Poeta”? Pois então aí vão algumas fotos da casa que achei na internet! Dá ou não dá vontade de “mudar de ares”?christina501christina504christina1007christina1012christina1055

Fotos: Style-Files

Read Full Post »

Older Posts »

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.